Project Description

Autores: Marcos Antônio Soares; Suzana Junges Vendruscolo; André Luiz Agnes Stein; Angélica Justino de Oliveira.
País de desenvolvimento: BR
Ano de desenvolvimento: 2021
Categoria da patente: Uso
Número do processo: BR 10 2021 006445 5
Resumo: A presente patente de invenção descreve o uso do compostos derivados de selenol ésteres – Se-fenil selenobenzoato (1a), Se-n-butil fenilselenobenzoato (1b), Se-p-cloro fenilselenobenzoato (1c), Se-p-fluor fenilselenobenzoato (1d), Se-p-metil fenilselenobenzoato (1e) e Se-m-trifluorometil fenilselenobenzoato (1f). Os compostos Se-fenil selenobenzoato (1a), Se-p-cloro fenilselenobenzoato (1c) e Se-p-metil fenilselenobenzoato (1e) – com propriedade nematicida como uma alternativa ao controle do nematódeo fitopatógeno Meloidogyne incognita, agente causal das galhas em raízes. Os compostos são capazes de matar formas infectivas e os ovos do nematódeo. Se-fenil selenobenzoato (1a) e Se-p-metil fenilselenobenzoato (1e) não apresentaram toxicidade a organismos não alvos: Chlorella vulgaris, Tetrahymena pyriformis e Galleria mellonella. Em ensaios de casa de vegetação, os compostos Se-fenil selenobenzoato (1a) e Se-p-metil fenilselenobenzoato (1e) reduziram a quantidade de galhas e o número de ovos nas raízes de tomateiro, sem apresentar fitotoxicidade às plantas de tomateiro. Estes resultados são mais efetivos do que composto nematicida comercial (Fluensulfona) utilizado como controle.

Tem interesse nesta patente? Fale conosco!